the Center
Advisory Board
Members
Projects
Publications
Conferences and Seminars
Advanced Courses
Highlights
Research Groups
Scientific Annual Reports
Strategic Project
Internal Regulations
contacts

 
World of Statistics  
   
 
UTILIZAÇÃO DE INFORMAÇÃO DA ENERGIA LIBERTADA EM FOGOS RURAIS PARA A CALIBRAÇÃO DE ÍNDICES METEOROLÓGICOS DE PERIGO DE INCÊNDIO EM PORTUGAL E EM MOÇAMBIQUE
 
  • Prof. Carlos da Câmara
    Dep. Engenharia Geográfica Geofísica e Energia, FCUL, Universidade de Lisboa
  • FCUL - Bloco C/6 Piso 4 Sala: 6.4.30 - (4ª feira) - 14:30
  • Wednesday, January 16 of 2019
  • Project Reference: UID/MAT/00006/2013
 FCT

Abstract: O objetivo deste seminário é apresentar e discutir uma metodologia que permite gerar previsões diárias do risco meteorológico de incêndio. A metodologia combina informação histórica acerca da energia radiativa libertada durante os eventos de incêndio, obtida a partir de observações pelos satélites geostacionários Meteosat, com previsões meteorológicas diárias provenientes do ECMWF, ambas disponibilizadas pelo Projeto LSA SAF. O perigo meteorológico de incêndio é estimado a partir de valores diários de probabilidade de excedência da energia radiativa libertada em cada pixel da área definida. O cálculo dos valores da probabilidade baseia-se num modelo generalizado de Pareto que tem em conta a influência das condições meteorológicas na medida em o Fire Weather Index (FWI), um índice canadiano de perigo meteorológico de incêndio, é utilizado como covariável do parâmetro de escala da distribuição generalizada de Pareto. Os resultados do modelo estão na base da definição de cinco classes de perigo meteorológico de incêndio. O procedimento é aplicado a dois tipos de regiões, associadas a climas e biomas muito distintos: a Europa Mediterrânica e a província da Zambézia em Moçambique. No caso da Europa Mediterrânica, observa-se que 72% dos eventos que libertam valores diários de energia acima de 10000 GJ pertencem à classe de perigo "extremo". No caso da província da Zambézia, observa-se que 73% dos eventos com energia diária libertada acima de 2000 GJ pertencem à classe de perigo "extremo". Os modelos desenvolvidos estão na base da plataforma CeaseFire que operacionalmente dissemina mapas de perigo meteorológico de incêndio para Portugal, Europa Mediterrânica e Moçambique.


 

     
 
 initial  |  contacts
© 2006-2019 CEAUL 
All rights reserved.