o Centro
Comissão de Aconselhamento
Membros
Projectos
Publicações
Conferências e Seminários
Cursos Avançados
Destaques
Grupos de Investigação
Relatórios Cientificos Anuais
Projecto Estratégico
Regulamento Interno
contactos

 
World of Statistics  
   
 
UTILIZAÇÃO DE INFORMAÇÃO DA ENERGIA LIBERTADA EM FOGOS RURAIS PARA A CALIBRAÇÃO DE ÍNDICES METEOROLÓGICOS DE PERIGO DE INCÊNDIO EM PORTUGAL E EM MOÇAMBIQUE
 
  • Prof. Carlos da Câmara
    Dep. Engenharia Geográfica Geofísica e Energia, FCUL, Universidade de Lisboa
  • FCUL - Bloco C/6 Piso 4 Sala: 6.4.30 - (4ª feira) - 14:30
  • Quarta-feira, 16 de Janeiro de 2019
  • Referência Projeto: UID/MAT/00006/2013
 FCT

Abstract: O objetivo deste seminário é apresentar e discutir uma metodologia que permite gerar previsões diárias do risco meteorológico de incêndio. A metodologia combina informação histórica acerca da energia radiativa libertada durante os eventos de incêndio, obtida a partir de observações pelos satélites geostacionários Meteosat, com previsões meteorológicas diárias provenientes do ECMWF, ambas disponibilizadas pelo Projeto LSA SAF. O perigo meteorológico de incêndio é estimado a partir de valores diários de probabilidade de excedência da energia radiativa libertada em cada pixel da área definida. O cálculo dos valores da probabilidade baseia-se num modelo generalizado de Pareto que tem em conta a influência das condições meteorológicas na medida em o Fire Weather Index (FWI), um índice canadiano de perigo meteorológico de incêndio, é utilizado como covariável do parâmetro de escala da distribuição generalizada de Pareto. Os resultados do modelo estão na base da definição de cinco classes de perigo meteorológico de incêndio. O procedimento é aplicado a dois tipos de regiões, associadas a climas e biomas muito distintos: a Europa Mediterrânica e a província da Zambézia em Moçambique. No caso da Europa Mediterrânica, observa-se que 72% dos eventos que libertam valores diários de energia acima de 10000 GJ pertencem à classe de perigo "extremo". No caso da província da Zambézia, observa-se que 73% dos eventos com energia diária libertada acima de 2000 GJ pertencem à classe de perigo "extremo". Os modelos desenvolvidos estão na base da plataforma CeaseFire que operacionalmente dissemina mapas de perigo meteorológico de incêndio para Portugal, Europa Mediterrânica e Moçambique.


 

     
 
 inicial  |  contactos
© 2006-2019 CEAUL 
Todos os direitos reservados.